shopping-bag 0
Items : 0
Subtotal : R$0,00
View Cart Check Out

Single Blog Title

This is a single blog caption

Perdida, diretoria do Flamengo deixa planejamento de lado e vira “torcedor” por sucesso de Dorival

Com não de Abel Braga, dirigentes optaram pelo ex-treinador do São Paulo, que foi o primeiro comandante da atual administração

Não é de hoje que a diretoria do Flamengo buscava opções para substituir Maurício Barbieri, no entanto, depois da queda na Copa do Brasil, o treinador não ressistiu e foi demitido do cargo. Para o seu lugar, Dorival Júnior acabou sendo a opção, uma vez que Abel Braga voltou a dizer não ao time da Gávea.

O ex-treinador do Fluminense era o sonho de consumo, mas não topou dirigir o clube até o final do ano. Em janeiro, o comandante topa voltar a conversar, pois sempre deixou claro a intenção de voltar a trabalhar apenas em 2019, iniciando um trabalho.

Agora, Dorival Júnior, que foi o primeiro treinador da era Bandeira de Mello, demitido com cerca de três meses de trabalho com a justificativa de que tinha um salário muito alto, além do que o clube poderia suportar naquele momento, vale ressaltar que o contrato do treinador havia sido findado na gestão anterior, volta ao clube para fechar a gestão.

É outro momento, um elenco e estrutura completamente diferente daquela que o comandante encontrou há seis anos. Por outro lado, são apenas 12 jogos e a missão de conquistar o título do Campeonato Brasileiro. Olhando para a tabela, onde o Flamengo aparece com 48 pontos, três a menos que o líder São Paulo, não parece algo muito difícil, o mais complicado, talvez, seja recuperar o ânimo dos atletas após uma desgastante série de eliminações.

A confiança da torcida, que apoiou e encheu os estádios até aqui também está abalada, a chegada de Dorival não agradou a maioria dos torcedores, mas isso muda na primeira boa atuação da equipe. No entanto, o treinador também terá a missão de voltar a encher o Maracanã, que será arma crucial para a equipe nesta reta final de Brasileirão.

Sem muito tempo para trabalhar, a chegada de Dorival é uma resposta a parte política do clube, que apoiava a saída de Barbieri, cada vez mais isolado, Lomba teve que ceder a pressão pela saída do treinador, mas se viu sem muitas opções no mercado. Com planejamento completamente jogado fora, resta aos dirigentes torcer para que dê certo.

Fonte: Onefootball

Leave a Reply